Ministro e governador fazem balanço dos projetos de segurança hídrica do Piauí

Ministro e governador fazem balanço dos projetos de segurança hídrica do Piauí

Publicação: 12/02/2015 | 15:38

Última modificação: 20/02/2015 | 16:01

 

Obras se destinam a abastecimento humano, irrigação e polos de desenvolvimento regional.

Brasília-DF, 12/2/2015 - Em reunião com o governador Wellington Dias (PT), técnicos e integrantes do primeiro escalão do Piauí, o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, fez hoje (12/2) um balanço dos projetos de segurança hídrica, irrigação e desenvolvimento regional em implantação no estado.

No pacote de projetos hídricos, o governador pediu atenção especial para o novo sistema que visa a evitar risco de colapso no abastecimento de Teresina e a conclusão das obras da adutora do Sudeste, da macrodrenagem de Oeiras e do dique no bairro de Poti Velho, também na capital.

A última etapa da adutora do Sudeste, que solucionará a oferta de água em dez municípios do semiárido, sofreu adaptações no plano de trabalho porque a tubulação de PVC, prevista no projeto, foi substituída por ferro fundido, por recomendação técnica da Codevasf.

Foram também detalhados os repasses financeiros para as obras da barragem de Tinguis, que caminha para sua última etapa, e da adutora de Padre Lira, que já recebeu esta semana R$ 4,2 milhões para ordens de serviço.

O governador pediu ainda atenção para o convênio do programa Água para Todos, que prevê a distribuição no Estado de 5.548 cisternas, a construção de 270 sistemas simplificados de abastecimento de água e novas barragens.

O ministro explicou o fluxo financeiro de cada projeto e assegurou regularidade nas liberações para que não haja atraso nas obras. Ele pediu ao Estado que prepare documento com propostas hierarquizadas, para inclusão no planejamento federal.

Dias também pediu apoio à ampliação do projeto de irrigação Tabuleiros Litorâneos, polo de desenvolvimento regional com captação de água da bacia do Parnaíba. Occhi encomendou nota técnica ao Dnocs, justificando a ampliação do empreendimento.

Participaram da reunião o senador Elmano Ferrer (PTB-PI) e a deputada Rejane Dias (PT-PI). Pelo MI, estavam presentes os secretários Osvaldo Garcia (Infraestrutura Hídrica), Irani Ramos (Desenvolvimento Regional), Adriano Pereira (Proteção e Defesa Civil), Carlos Vieira (secretário executivo) e Pedro Mousinho (Irrigação), além dos presidentes da Codevasf, Elmo Vaz, e do Dnocs, Walter Sousa.